quarta-feira, 24 de março de 2010

Depressão

Depressão é um termo geral para um quadro de sintomas que pode ir desde um abatimento até a perda da vontade de viver, sendo também um dos transtornos mais freqüentes , sendo considerado um problema de saúde pública .
A palavra depressão vem do latim deprimo, e significa subjugar e reprimir.
A pessoa deprimida é atormentada pela sensação de culpa e por medos, tanto da vida quanto da morte.
Os sintomas são bastante variados , tornando assim difícil o diagnostico , pois as queixas são mais físicas que psicológicas.
A depressão endógena , causada por desequilíbrio nos neurotransmissores , pode acometer qualquer pessoa quer seja criança, adolescente, adulto ou idoso . A média de incidência é de uma para cada vinte pessoas , no entanto é mais comum em mulheres do que em homens . As depressões podem ser reativas ( assaltos, morte de ente querido, aposentadoria etc ) . Depressão somatizante ( causa enxaquecas, gastrites, taquicardias, dores no corpo ). Depressão bipolar ( manias com euforias e depressão intensa, podendo chegar ao suicídio )
Estar deprimido é mais do que se sentir triste ou em “baixo astral”, afeta os pensamentos, sentimentos e o comportamento em geral.
Segundo a psicologia analítica a depressão é um represamento de energia , que quando liberada pode tomar uma direção positiva, liberando a pessoa do sofrimento ; compreendendo os motivos e causas dos problemas às pessoas superam e assim podem viver melhor consigo mesma. Nada é totalmente negativo, o psiquismo tenda nos alertar , nos ajudando a esclarecer nossos conflitos de forma criativa , compreendendo o passado e não vivendo em função dele. Sabemos que não é fácil superar a depressão, mas pessoa deprimida precisa querer ser ajudada e ser ajudada corretamente com medicamentos e psicoterapia individual ou grupal. Procure ajuda profissional para se conhecer melhor.

Alguns dos fatores são:
Historia familiar, fator hereditário.
Algumas doenças podem causar depressão
Tomar alguns medicamentos sem orientação médica
Drogas (maconha, cocaína, alcoolismo etc) deprimem
Estresse em excesso.
Momentos de perda (morte, desemprego, separação , aposentadoria etc)

Os sintomas podem ser :
Lentidão em fazer as coisas, inquietação , cansaço , irritação , sentimentos de desvalorização, falta de reconhecimento , auto estima baixa, sentimentos de culpa , chorar facilmente sem motivo aparente , perda de interesse pela vida pessoal, familiar ou profissional , aumento ou redução do apetite, idéias de morte ou suicídio, dificuldades de se concentrar, memorizar ; distúrbios do sono, angustia, dores em geral no corpo; desesperança, dificuldades sexuais etc.

Orientações
Não se sinta inferior ou fraco, culpado por estar deprimido, existem tratamentos , procure os.
Peça ajuda e apoio a familiares, amigos, ou profissionais de saúde.
Respeite seus limites, e exija respeito dos outros
Pense positivamente, acredite em você.
Canalize sua agressividade , para atividades saudáveis.
Assuma responsabilidades .
Viva ativamente.
Evite tomar decisões importantes em depressão.
Recorrer a fugas como álcool, drogas não resolvem, só agravam os problemas
A depressão pode ter maior ou menor intensidade , dependendo da estação do ano, estações quentes (primavera e verão) deprimem menos que estações frias (outono e inverno).
Sinta-se útil, faça sempre alguma coisa que lhe agrade , sorria, sonhe, brinque
Tenha fé e saiba que felicidade começa com fé .

Segundo pesquisas recentes a tristeza tem gosto. Quem está deprimido perde o paladar , no caso da falta da serotonina a percepção afetada é são os sabores doces e amargos encontradas no língua e no caso do neurotransmissor noradrenalina os sabores são azedos e amargos .



Marco Antonio Garcia
Psicologo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

                                                         Amar a si mesmo Você se ama? Está feliz com sua vida? Procura tomar dec...