sexta-feira, 4 de junho de 2010

Competência

Quem é competente ou talentoso é procurado pelas empresas e instituições.
Procuram-se pessoas que possam desempenhar bem suas funções e com criatividade. Todos nos temos competências e talentos, é preciso que se descubra qual é, e desenvolver essa habilidade que pode ser genética ou adquirida e desenvolvida, dependendo bastante do meio ambiente, que pode facilitar ou retardar o surgimento do talento, bem como as oportunidades, e o que chamamos de sorte seria o conjunto de competência com a oportunidade e o momento.
Existem vários tipos de competências, e podemos ter varias como; criatividade, sociabilidade, competitividade, liderança, curiosidade, boa imaginação, equilíbrio emocional, responsabilidade, ser pratico na solução dos problemas, tolerância, ambição, organização, capacidade de tomar decisões, etc. Fazer o que gosta gostando do que se faz e fazendo bem feito. Se conseguirmos pensar com o coração e sentir com a mente, seriamos muito mais produtivos, sabendo dividir o tempo em trabalho, lazer e descanso.
As pessoas mais competentes são aquelas que vem nos dificuldades as melhores oportunidades; grandes problemas grandes soluções, olhar para frente e para o alto, expandir o raciocínio, amplificar a visão, ver longe e bem.
As barreiras e os obstáculos devem ser desafios e não motivos para desistirmos perdendo a motivação. Por mais experiências que tenhamos, ela esta no passado é como um túnel com a luz de saída para traz, mas o competente não se abala com as dificuldades que vai enfrentar, ele encara com otimismo e capacidade de realização, quanto mais conhecimentos mais sabedoria para resolver e enfrentar os problemas.
Como diz o ditado “não me inveje, trabalhe”.
O mercado de trabalho e os pesquisadores buscam Indivíduos com características como: pessoas assertivas, empreendedoras, analíticas, sociáveis e disciplinadas.
O psicólogo Carl Gustavo Jung, desenvolveu uma tipologia classificando as pessoas em introvertidas ou extrovertidas com características de ego podendo ser: pensamento, sentimento, intuição e sensação, o bom é termos um pouco de cada, mas normalmente somos mais desenvolvidos em duas ou três, e é isso que determina nossas competências e qualificações pessoais e profissionais, fazendo com que nos conheçamos melhor, desenvolvendo o auto conhecimento, pois se estivermos bem com consigo mesmo estaremos bem com os outros, e somos seres interdependentes, é assim que evoluímos.
Muitas pessoas que perdem seus empregos descobrem seus talentos e se dão bem. Faça uma reflexão e busque no seu interior o que gosta de fazer, seja diferente quem sai da mesmice se da bem na vida.
Ficar reclamando, resmungando e chorando pelos cantos, sem sair do lugar não vai a lugar nenhum, atola em seus prantos. Olhe para frente e acredite em você, o futuro depende do presente, plante hoje e cuide de sua roça e assim colherá bons frutos amanhã.

Marco Antonio Garcia
Psicólogo Clinico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sofrimentos                                                                                                          O ser humano co...