sexta-feira, 7 de maio de 2010

Timidez

Existem dois grandes grupos de pessoas, os extrovertidos e os introvertidos, todos nós temos esses dois traços de personalidade , uns mais do que outros .Quando ocorre um desequilíbrio para o lado da introversão, que são pessoas mais voltadas para o seu interior , se orienta mais para o subjetivo , tem mais dificuldade de se adaptar a situações novas, são mais quietas, reservadas às vezes inseguras ou medrosas , assim podemos ter o tímido, que também pode ser tímido em algumas situações e não ser tanto em outras, dependendo de como se sente no local ou companhia .
Claro que quando a pessoa tem sintomas de taquicardia, sudorese, muito rubor facial, muita inibição, não gostando de estar em publico gostando mais de ficar sozinha, tendo como companhia o computador, atrapalhando seus relacionamentos tanto profissionais quanto pessoais, podemos ter o tímido, ou o fóbico social, que não realiza suas potencialidades por medo de ser expor, não sentindo afeto por outras pessoas, ou não conseguindo se aproximar para se relacionar, ficando muito isolado, com muito medo de aparecer em publico ou muito preocupado com a opinião alheia, aí temos um quadro de timidez intensa ou fobia social.
O tímido pode chamar mais atenção que uma pessoa sociável, pois pode cometer mais gafes que outros.
Segundo Luiz F. Veríssimo, a timidez pode ser uma forma extrema de vaidade, pois onde ele estiver, será o centro das atenções. Como é um traço de personalidade, a timidez na maioria das vezes está ligada à educação infantil, por ter sido muito critica, rígida, ou sofreu humilhação, podendo desenvolver a timidez.
Dependendo da cultura pode-se ter mais timidez como no Japão ou China, por exemplo. Na adolescência pode surgir com mais força devido às cobranças e mudanças hormonais, com medo de ser criticado, não gostando de se expor em publico, pois a sociedade valoriza as pessoas que se comunicam melhor.
Desenvolvendo a autoconfiança, auto estima, pode-se superar a timidez a ponto de se equilibrar.
Primeiramente se aceite como é para poder fazer pequenas e constantes mudanças, respeitando o seu ritmo. Muitos tímidos se saem bem em determinadas profissões, por isso se encontre e seja feliz.
Cecília Meireles tem um poema que se chama timidez e diz assim.
“Basta-me um pequeno gesto”,
Feito de longe e de leve,
Para que venhas comigo
E eu para sempre te leve...
Mas só esse eu não farei.
Uma palavra caída
Das montanhas dos instantes
Desmancha todos os mares
E une as terras mais distantes...
Palavra que não direi.
Para que tu me adivinhes,
Entre os ventos taciturnos,
Apago meus pensamentos,
Ponho vestidos noturnos,
Que amargamente inventei.
E, enquanto não me descobres, os mundos vão navegando,
Nos ares certos do tempo,
Até que não se sabe quando...
E um dia me acabarei.

O mundo está cheio de tímidos , supere essa dificuldade e serás mais feliz...


Marco Antonio Garcia
Psicoterapeuta
escrito em 2005

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ESTRESSES                                O conceito de estresse tornou-se parte do senso comum, apesar de ainda sua definição s...