quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

T.O.C.

ARTIGO PARA O JORNAL “O SEMANÁRIO DA ZONA NORTE”


O que é o T.O.C.?
Sigla conhecida como Transtorno Obsessivo Compulsivo, parece ser o mal da década, fazendo parte dos transtornos de ansiedade, por isso vou passar algumas informações sobre o T.O.C.
O T.O.C. se manifesta pela presença de sintomas que denominamos obsessões e ou compulsões.
As obsessões são pensamentos, imagens ou idéias que habitam a mente da pessoa com esse transtorno, de forma constante e perturbadora, gerando grande ansiedade e stress mental.
As compulsões são comportamentos repetitivos que a pessoa é levada a realizar para tentar aliviar a ansiedade causada pelos pensamentos obsessivos.
Há varias formas de T.O.C., alguns têm somente os pensamentos obsessivos, não precisando realizar rituais para aliviá-los, mas são bastante perturbadores, outros tem apenas as compulsões, que são os rituais físicos, ou os dois juntos dependendo do grau da ansiedade, causando grande medo irracional.
Todos nós temos um pouco de cada transtorno psicológico, o que não podemos é ter muito de um só. Quando nascemos precisamos dos cuidados maternos de alimentação, limpeza, segurança que não podem ser exagerados para não alimentar uma possível tendência ao T.O.C..
O que diferencia o transtorno é a intensidade, o sofrimento e a incapacidade que pode levar o indivíduo ficar dependente e inseguro com muitos medos irracionais.
O portador de TOC tem consciência dos problemas, mas não consegue se conscientizar deles, por serem mais fortes que ele, e precisam de ajuda para aprenderem a controlar esses pensamentos e ações compulsivas e nocivas ao seu bem estar diário. Às vezes tem vergonha por estarem em locais públicos e serem observados ou taxados de “loucos”, que não são e precisam desmitificar essa idéia, pois possuem um transtorno de ansiedade tratável e controlável.
O T.O.C. pode aumentar ou sair do controle perante situações de mudanças na vida, em qualquer idade, principalmente na adolescência, causando maior ansiedade, mesmo que sejam mudanças boas, que devido à insegurança da pessoa, desperta o T.O.C. que estava sobre controle.
O T.O.C. é muito antigo, sempre existiu, mas não se conhecia suas causas e sintomas, a partir da década de setenta os medicamentos e tratamentos tem evoluído.
O que desencadeia o T.O.C. são alguns neurotransmissores presentes no sistema nervoso. Pesquisas recentes têm mostrando que o aumento da glicose no sistema nervoso pode desequilibrar esses neurotransmissores, que pode ser tratado com medicamentos e psicoterapia adequada, individual e familiar.
As possíveis causas são a combinação de fatores genéticos hereditários e o ambiente, principalmente o familiar, essa combinação aumenta o grau de ansiedade, despertando o T.O.C.
Outras manias e tiques nervosos podem se confundidos com o T.O.C., como a tricotilomania, Síndrome de Tourette, anorexia, bulimia etc., por isso é necessário um diagnóstico diferencial.
Diagnosticado corretamente, o tratamento inclui medicamentos psiquiátricos, psicoterapia comportamental, envolvendo a família que será orientada como lidar com o conflito. Deve-se canalizar essa ansiedade para algo produtivo, tendo-se a ansiedade como aliada e não como inimiga, aproveitar o lado bom do T.O.C. para ser produtivo e útil.
Deve-se questionar ação e não o autor.
O T.O.C. pode e deve ser tratado para que a individuo volte a ter uma vida produtiva e útil, pelo seu bem e pelo bem da sua família e amigos.
Cuide-se...

Marco A Garcia
Psicoterapeuta.

Um comentário:

  1. Dr. Marco
    Continue pesquisando muito sobre isso , pedirei a Deus que mostre o segredo destes problemas neurológicos e a cura bem rápida para que eles não sofram tanto....
    Só quem vive isso sabe o que significa essa dor......

    ResponderExcluir

ESTRESSES                                O conceito de estresse tornou-se parte do senso comum, apesar de ainda sua definição s...