quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Os Sonhos no processo de Individuação

Síntese da Palestra ministrada no Rotary Club de São Paulo
Jardim São Bento – Distrito 4430, em 2006.
Palestra na ARLS Horus 459 em 1997
TCC do Curso de Pos Graduação em Psicologia Junguiana

Os sonhos fazem parte da existência humana, e sempre intrigaram o ser humano desde os tempos mais remotos. Os registros mais antigos estão no Egito, na Grécia, na Babilônia , no Império Romano. Na Bíblia encontramos mais de setecentas citações sobre os sonhos com respectivas interpretações. A partir de 1900 os sonhos começaram a se popularizar .e serem mais estudados e interpretados tanto por Freud quanto por Jung.
Muitas descobertas cientificas importantes foram reveladas através dos sonhos.
Os Sonhos segundo Jung , descreve a situação intima do sonhador, situação que o consciente não quer tomar em consideração ou cuja verdade ou realidade aceita a contra gosto .
O sonho não nos engana somente nos fala numa linguagem que às vezes não entendemos , essa linguagem são os símbolos oníricos, que nem sempre sabemos interpretar suas mensagens .
Os símbolos fazem parte do nosso mundo psíquico e da nossa personalidade; são naturais, espontâneos e podem ter interpretações pessoais ou coletivas.
Sonhamos todas as noites, e temos vários sonhos por noite, apesar de às vezes não nos lembrarmos . Quando sonhamos nossos olhos se mexem , ocorrendo o que chamamos de M.R.O . ( Movimento Rápido dos Olhos ) . Durante os sonhos não há limite de tempo e espaço, pois são manifestações do nosso inconsciente. Se dormirmos oito horas, pelo menos duas horas passaremos sonhando, a intervalos de 80 a 110 minutos..
O sonho tem uma função compensatória, com relação ao nosso dia a dia , buscando um equilíbrio entre o psiquismo consciente e inconsciente, por exemplo, se você foi mal numa prova e ficou triste, você pode sonhar que foi bem, é uma forma de equilibrar o psiquismo. Os sonhos esclarecem o que sentimos em relação a nós mesmo.
Nem todo sonho tem a mesma importância, mas todos tem algum significado, por isso é importante que nos lembremos deles , mesmo que não consigamos entendê-los, e de preferência numa seqüência , pois vários sonhos podem conter um entendimento melhor.
Como numa peça teatral, você deve prestar atenção nos detalhes e no que mais te chama a atenção, a diferença é que no sonho você é o autor, diretor, ator ,e o público, enfim a equipe toda, pois o sonho é seu , e só você pode se ajudar ou pedir ajuda a um profissional que saiba interpretar sonhos. Preste atenção nas cores que aparecem nos sonhos, elas estão ligadas à nossa afetividade.
Cuidado com interpretações folclóricas , de sorte e coletivas.
A importância dos sonhos no processo de Individuação é que eles nos ajudam a nos conhecer melhor , nos aceitarmos , e nos compreendermos para podermos mudar para melhor e nos tornarmos o que realmente somos , estando bem consigo e com os outros. Devemos ser universais em nós mesmos, pois somos parte de uma totalidade, isso é Individuação.


Como recordar os sonhos

Ao deitar-se, diga para si mesmo que quer se lembrar dos sonhos ao acordar.
Ter caneta, papel, ou gravador, próximo à cama.
Ao acordar , a primeira coisa a fazer, é se lembrar dos sonhos e registra-lo, quando mais sonhos você anotar melhor para a compreensão .
Se pergunte o que esse sonho tem a ver com você e com a sua vida, ou com algum acontecimento , ou algo que você quer resolver, pois os sonhos nos dão dicas para soluções de problemas.

Tirando dúvidas

Sonambulismo :
É um estado de semiconsciência motora , é um sonho em execução.
Pesadelos :
São sonhos com forte carga emocional, acontecem quando estamos tensos , preocupados ; preste atenção na mensagem , e perceba o que tem a ver com seus conflitos atuais.
Sonho prospectivo :
Sonhamos com coisas que gostaríamos de realizar e muitas vezes se realizam, porque é nossa vontade.
Sincronicidade :
Fatos ou pensamentos que acontecem simultaneamente , podendo ocorrer entre duas ou mais pessoas ao mesmo tempo.


Seja um otimista realista e seus sonhos se realizarão, tendo sempre Esperança.

Sonhe, brinque e sorria, e assim será mais feliz.


Marco Antonio Garcia
Psicólogo Clinico
Psicoterapeuta Junguiano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ESTRESSES                                O conceito de estresse tornou-se parte do senso comum, apesar de ainda sua definição s...