segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Frustração

ARTIGO PARA O JORNAL “O SEMANÁRIO DA ZONA NORTE”

Você já se sentiu frustrado?
Que sentimento é esse?
Sentimo-nos frustrados quando não conseguimos realizar nossos desejos e objetivos, aquilo que gostaríamos que desse certo do jeito que queremos. Alguns objetivos almejados conseguimos, por que trabalhamos para isso, outros não mesmo que tenhamos nos empenhados. A diferença é que o que depende somente de nós fica mais fácil, mas quando depende de uma serie de fatores, a realização leva mais tempo e paciência e às vezes não a temos, ou por ansiedade, por falta de limites ou excessos de vontade, assim todo excesso é prejudicial, pois temos de ter limites nesse mundo globalizado.
Quando conseguimos nossos objetivos ficamos felizes, quando não ficamos tristes ou ate depressivos. Ai está a diferença de sabermos lidar com as situações da vida quer sejam emocionais ou profissionais.
A frustração será maior quanto maior a insegurança do indivíduo a vontade de ter conquistado esse objetivo. Portanto tudo depende do autocontrole que devemos desenvolver.
Devemos respeitar nosso limite e aceita-los para podermos evoluir, não adianta querer dar o passo maior que a perna, podemos cair e pior se machucar.
Não adianta procurarmos culpados pelos nossos fracassos, fracassar é humano, o que não podemos é desistir. Façamos um balanço de tudo que aconteceu e o que queremos que aconteça, pensemos positivamente, assim atrairemos situações positivas.
O campeão se mostra na derrota...
Cuidado com as expectativas exageradas, seja prudente, quanto maior a expectativa maior poderá ser a frustração pelo possível fracasso. Reflita, reveja seus planos e metas, seja bondoso consigo mesmo, assim terá mais momentos de felicidade e prazer.
Não fique remoendo seus fracassos, use como experiência, olhe para frete e para o alto, recicle, o momento é o presente, o passado passou o futuro não chegou, viva o presente da melhor forma e responsável.
Se você não controlar sua frustração, ela aumentara sua agressividade interior e animal, que poderá se voltar contra si mesmo.
Viva com qualidade e essa qualidade depende da satisfação com que se vive.
Momentos difíceis todos nos temos, mas também temos momentos bons, e são esses que devemos mentalizar e projetar para o futuro a partir do presente.
O seu destino depende de você, viva com vontade e assim seu destino se concretizará. Você tem o livre arbítrio divino, não responsabilize Deus por seus momentos bons ou ruins, somente agradeça.
Esteja bem e em paz consigo mesmo, assim independente do lugar ou com quem você estiver tudo estará bem, aproveite os momentos de felicidade que está dentro de cada um de nós, o exterior somente complementará esse estado e independe de condição financeira.
Se livre dos apegos materiais desnecessarios, supere as perdas previsíveis.
A morte é a única certeza da vida. Não fuja dos problemas e dos sofrimentos, eles te ajudarão a superá-los, enfrente-os, cada um tem os problemas que precisa e merece...
Vivenciar as frustrações e compreende-las nos ajuda no amadurecimento constante e eterno.
Os remédios para a nossa cura mesmo que seja momentânea ou sobre controle está dentro de nós.
As doenças são um caminho para a salvação ou para a morte, você tem o poder de curar-se ou se autodestruir.
O que se leva da vida é a vida que se leva com responsabilidade e satisfação.
Não existe destino que não possamos fazer...

Marco A Garcia
Psicoterapeuta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ESTRESSES                                O conceito de estresse tornou-se parte do senso comum, apesar de ainda sua definição s...