segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Mentiras

ARTIGO PARA O JORNAL “ O SEMANÁRIO DA ZONA NORTE ”

Quem nunca mentiu que atire a primeira pedra !!!

Todos nós mentimos e somos bons nisso, precisamos mentir para fazer nossa mente funcionar melhor, mentir é inato aos humanos. A mentira é aquilo que eu tiro da mente e funciona, que eu gostaria que fosse verdade.
Mentir faz parte da evolução humana, nossos ancestrais mentiam para sobreviver e se proteger. Dissimulamos sim, pois mentir é uma habilidade que emerge das profundezas do nosso inconsciente e a usamos constantemente e em todos os momentos. È claro que uns mentem mais do que outros, assim temos os hipócritas e os mitômanos, que tem tendência incontrolável de mentir, tanto que até eles acreditam em suas mentiras se auto enganando para saírem de situações embaraçosas.
Podemos também omitir fatos ou mentir por compaixão evitando um mal maior, mentir por inveja também acontece.
As crianças até os sete anos mais ou menos mentem sem maldade, a partir dos sete anos as mentiras são intencionais. Mentir é normal, mas mentir demais é imaturidade emocional e fugir da realidade. As mulheres mentem melhor e para que o outro se sinta bem; o homem mente para se valorizar aumentando suas vantagens. Com relação ao sexo, as mulheres diminuem suas vantagens para não se exporem e os homens aumentam para melhorar sua virilidade e performance. Podemos perceber quando alguém mente, pois o corpo fala, dando sinais de que não está seguro do que está falando, lembram da lenda do pinóquio.
Segundo pesquisas o Homo sapiens mente melhor por ter um córtex cerebral mais desenvolvido e assim enganam melhor uns aos outros, levando vantagem sobre as outras espécies.
No entanto às vezes mais vale uma gota de verdade do que um oceano de mentiras que pode virar uma tsunami .
As plantas e os animais também mentem camuflando situações para se protegerem ou manter a sobrevivência e a perpetuação da espécie. Nos enganamos e enganamos os outros e acreditamos nisso; também tem aqueles que enganam os outros para subirem na vida, ou perante a justiça evitando ser condenado não criando provas contra si mesmo, principalmente politicamente e quando a maioria do povo é ingênua, se deixa enganar ou se vender por migalhas, o país não se desenvolve.
Como dizem os ditados: “ Em terra de cego quem tem um olho é rei”, e “ o que os olhos não vêem o coração não sente ”. Não deveríamos nos enganar, mas como a verdade às vezes dói, o auto engano nos ajuda a mentir aos outros de maneira mais convincente, a ocultar a verdade de nós mesmos e dos outros.
Pesquisas mostram que mentir para nós mesmos pode ajudar a manter a saúde mental, e esta pode repousar no auto engano.
Os deprimidos moderados enganam menos a si mesmos que os normais, julgando as atitudes dos outros com maior exatidão. Assim ficar deprimido pode ser uma falha na habilidade de enganar a si mesmo.
Os detectores de mentiras provam que mentir provoca maior atividade mental que falar a verdade, talvez por isso nós evoluímos mais .
Muitas vezes mentimos porque gostaríamos que essa mentira fosse verdade e às vezes por repetição se transforma em verdade .
Minta para evoluir e não para se destruir ou destruir o seu próximo.


Marco Antonio Garcia
Psicólogo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Benefícios do Pensamento positivo Somos o que pensamos e acreditamos desde a infância. Sabemos que os tempos não estão fáceis, mas ...