segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Obesidade

ARTIGO PARA O JORNAL “ O SEMANÁRIO DA ZONA NORTE ”

Esse é um tema bastante complexo, pois envolve vários fatores desde os genéticos e hereditários, até os hormonais, ambientais e emocionais. Muitas vezes os obesos sofrem discriminação estética , acusado de falta de vontade ou preguiça, mas em muitos casos a obesidade é considerada doença crônica sendo uma síndrome e precisa ser tratada, podendo levar a pessoa a morte por varias complicações psicofísicas.
O que é obesidade e quando podemos considerar a pessoa obesa?
Há uma industria da obesidade, de um lado vendendo produtos alimentícios com alto grau de calorias e de outro vendendo remédios, e formulas para emagrecer nem sempre saudável. Sabe-se que as pessoas são diferentes pela vulnerabilidade genética, questões emocionais, mau funcionamento dos sistemas de dopamina no cérebro associado ao prazer e a recompensa.
A compulsão por comer pode se transformar em vicio. Respeitemos as diferenças metabólicas, pois cada caso é um caso em particular.
Por isso cada um deve buscar a melhor forma para se sentir bem consigo mesmo, se aceitando para melhorar. Não busque modelos físicos perfeitos que aparecem na mídia, achando que você vai ficar parecido, encontre o seu modelo próprio, equilibrado com educação alimentar e exercícios, gastando mais do que consome, não existe formula mágica, a heterogeneidade da raça humana é muito grande. Trabalhe também o emocional, que influencia muito a obesidade como a ansiedade, depressão, carência afetiva .
O melhor critério para se saber se está obeso é a quantidade de tecido adiposo, nem sempre quem está acima do peso pode estar gordo, pois a massa muscular pesa mais que a gordura. Não faça dietas radicais, pois não funcionam.
A melhor dieta é a do bom senso.
Há milhões de enzimas e genes no organismo que trabalham contra o emagrecimento, estando gravado nas células a milhões de anos, quando o ser humano tinha dificuldade em se alimentar e precisava armazenar gordura, variando de individuo para individuo e dependendo do metabolismo basal de cada um .
Faça o seu IMC e verifique se está acima do seu peso. Se estiver acima do peso procure ajuda profissional, pelo seu próprio bem, o que mais devemos valorizar é a saúde, sendo o que mais se deseja hoje em dia e para isso precisamos nos cuidar, a obesidade traz consigo outros
problemas de saúde como os emocionais, cardiovasculares, derrames, diabetes , câncer etc.
Descubra qual é o seu tipo de obesidade que são muitos e cuide-se para ter uma vida mais saudável e com qualidade , sem se preocupar com os modismos ou exigências sociais.
Comer corretamente não significa passar fome e sim comer menos e com mais prazer.
Saia da mesa com um pouco de fome, comendo pouco e varias vezes.
È difícil combater a obesidade, eu sei na pratica, e se não conseguir peça ajuda, você merece.
Você é dono da sua vida, cuide bem dela, encontre o seu peso ideal, independente de tabelas e comparações, não procure culpados, você é o maior responsável pelos seus erros e acertos, seja pro ativo, se torne naquilo que deseja ser, apesar das dificuldades que devem ser superadas , tenha força de vontade com sabedoria e muito amor .
Ame-se e ou deixe-se morrer.

Marco Antonio Garcia
Psicólogo e psicoterapeuta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sofrimentos                                                                                                          O ser humano co...